terça-feira, 15 de julho de 2014

SEM FROOME E CONTADOR O TOUR SEGUE SEU CAMINHO

O Tour mal começou e alguns de seus principais personagens já estão fora da disputa. Logo no primeiro dia Mark Cavendish errou a medida ao dar uma cabeçada no australiano Simon Guerrans e ambos foram ao solo, no saldo Cavendish abandonou o Tour. Logo depois o favorito para vencer os sprints, Marcel Kittel, teve um problema intestinal e caiu várias colocações.

Em seguida Chris Froome sofreu três quedas em dois dias e abandonou a prova. Algumas etapas depois foi a vez de Alberto Contador sofrer uma queda e abandonar a prova. Com ele foi também a esperança de ver um belo racha com o italiano Vincenzo Nibali que fez uma etapa fantástica na última segunda-feira (14).

Entre chuva, quedas e cabeçadas, o Tour segue seu caminho, dia após dia uma nova história está sendo escrita. Tomara que alguém tenha força para ameaçar Nibali, senão daqui para frente a prova vai ficar cada vez mais monótona...

segunda-feira, 7 de julho de 2014

TOUR DE FRANCE - VÍDEO DE DENTRO DO PELOTÃO!


Até agora três etapas foram realizadas nos arredores do Reino Unido, tudo seria muito lindo (ou não) se o principal atleta britânico para disputa de chegada, Mark Cavendish, não tivesse "usado a cabeça" de forma errada. Enfim, o fato é que a prova está rolando e o alemão Marcel Kittel já tem duas vitórias e Nibali se vestiu de amarelo. O problema é que se o italiano tomar gosto por essa camisa talvez só a perca nas etapas de alta montanha e olhe lá.

Acima um vídeo muito legal de dentro do pelotão, espero que curtam!

sexta-feira, 4 de julho de 2014

LE TOUR DE FRANCE 2014 - ALGUNS NÚMERO E O MAIS NOVO VÍDEO DA PROVA

Depois de um Giro comandado por atletas colombianos chegou a hora da prova ciclística mais importante do planeta, o Tour de France.

Uma prova magnífica, que enfeitiça os amantes do esporte não só por sua grandiosidade - transmitida para 190 países - mas principalmente pela expectativa de que uma bela disputa aconteça, seja nos sprints inacreditavelmente rápidos e perigosos, seja nas montanhas, íngremes e muitas vezes geladas ou geladas e molhadas.

O fato é que todos queremos ver um show do tamanho da fama da prova! Ciclistas são como amantes exigentes, não basta apenas um pequeno "regalo", tem que ser um presente de verdade! Queremos ver uma disputa acirrada como nos tempos de Indurain com o suíço Alex Zulle, um cara de sangue nos olhos, que nunca se entregava, só deu azar de nascer na era Indurain, um espanhol fora do padrão e depois de Armstrong, que dispensa comentários...

Nos últimos Tours que acompanhei senti falta de disputas reais, onde os ciclistas só paravam de atacar quando já não tinham controle sobre suas pernas, era vencer ou vencer, o segundo lugar era mero acidente. O "novo" ciclismo é estranho, como muito bem observou o italiano Cipollini que não entende como o perdedor abraça o vencedor: "...quando eu perdia não queria papo com ninguém...". Quero ver é briga de verdade, ciclistas desmaiando na chegada das montanhas, perder pode, desde que seja tentando vencer...

Alguns números:

Ciclistas: 198;
Equipes: 22;
Distância: 3.664 km
Etapas: 21
Contra Relógio: 1 etapa
Alta Montanha: 6 etapas
Descanso: 2 dias
Jornalistas e fotógrafos: 2.000 (registrados);
Policiais: 14.000 (total);
Staffs diversos: 4.500
Brindes: 14 milhões serão distribuídos ao longo da prova;
Gastos: Muito alto, mas nada como uma copa do mundo (que também é massa!)
Campeão: apenas 1!

segunda-feira, 30 de junho de 2014

CAMPEONATO BELGA - "CORREMOS COMO JUNIORES" TOM BOONEN

O campeonato Belga é um dos mais esperados do ano porque o número de atletas guerreiros com chance de vencer é sempre bem grande e as disputas costumam ser empolgantes.

Neste ano a equipe Omega Pharma Quick Step tinha o comando da situação com Gert Steegmans na fuga e com chances reais de vencer enquanto Tom Boonen no pelotão, teria bagagem para tentar a vitória no caso de algo saísse errado lá na frente.

Ocorre que a fuga foi alcançada e quem bateu a chegada foi a equipe rival da OPQS, isso mesmo, a Lotto Belissol com o atleta Jens Debusschere e Roy Jens (Want) em segundo. Tudo isso devido a uma trapalhada da equipe de Boonen.

Segundo Boonen, o combinado era que Gert seria o capitão, mas (contudo, entretanto, no entanto, não obstante) uma ordem veio e a equipe começou a perseguir a fuga em que Gert era o mais forte, tudo a poucos quilômetros do final.

Por fim, a fuga foi aniquilada e Tom Boonem não bateu a chegada, ficou na terceira colocação. O ocorrido gerou revolta em Gert que "jogou a m. no ventilador" e soltou para todo mundo a situação. Em entrevista, Boonen não negou, deu razão a seu companheiro de equipe e declarou: "Corremos como juniores... não pode acontecer uma coisa como essa numa equipe top!".

Gert Steegmans afirmou que não tem lugar para ele na OPQS, já que ele está fora do Tour (Cavendish preferiu levar Petacchi), não foi escalado para as clássicas e está levando gelo. Sobre a prova Steegmans falou o seguinte: "... A minha equipe me prestou um mau serviço. Se eu tinha certeza que venceria, deveriam ter me apoiado! Eu estava mesmo certo que seria campeão, estava tudo correndo bem, não entendi porque me perseguiram, não posso correr nas clássicas, não vou ao Tour, parece que não me querem na equipe...".

ANTONIO GARNERO (Funvic) CONQUISTA TÍTULO NACIONAL

Antonio Garnero (Funvic) é campeão brasileiro de ciclismo
O Campeonato Brasileiro de Ciclismo 2014 foi disputado em São Carlos - SP, num circuito seletivo e bastante duro. Foram vinte e duas voltas que totalizaram 187 quilômetros num circuito duro em que, segundo os atletas, o posicionamento era fundamental.

Uma fuga de cinco ciclistas ganhou força e dentre eles se destacaram Antônio Garnero e Roberto Pinheiro da Funvic, Rafael Andriato da Yellow Fluo, Rodrigo Nascimento e Thiago Nardin (São Francisco Saúde).

Ao final Garnero emplacou uma fuga na última subida e não foi mais alcançado, seu companheiro de equipe, Roberto Pinheiro conquistou a segunda colocação e Thiago Nardin fechou o pódio. Destaque também para Raphael Mesquita (AFF Ciclismo) que terminou na nona colocação.

Na categoria Sub 23 quem levou a melhor foi Marcelo Augusto (SMEL/Foz do Iguaçu), André de Souza (Funvic) terminou em segundo e Antonio Luan (Boituva) fechou o pódio na terceira colocação.

Nesta categoria, destaque para Lohander Rodrigues (Veloce/Ceot/Herbalife/Scott/JapaBike), atleta de Brasília que terminou na sétima colocação.

Link com resultados completos: http://www.ciclismobr.com.br/arquivos/resultado_brasileiro_estrada2014_elite_masc.pdf

segunda-feira, 2 de junho de 2014

VALEU NAIRO! FOI BONITO VER O NOVO CAMPEÃO DO GIRO ESCREVER SEU NOME NA HISTÓRIA!

Ele conseguiu!
É muito bom ver um sul-americano no lugar mais alto do pódio, lógico, seria bem melhor se fosse um brasileiro, mas como exigir isso da pátria de chuteiras? Mas isso é assunto para outra nota... O fato é que o Giro chegou ao fim e Nairo Quintana não apenas venceu, ele conquistou a vitória. Há quem diga que foi na perigosa descida do Stelvio que ele escreveu suas iniciais no troféu, mas tudo que desce uma hora tem que subir e ele subiu valente!

Nairo bem escoltado
Uran não venceu, mas foi bem dentro das possibilidades que sua equipe criou. Quase sempre sozinho, se desgastou para manter a camisa e infelizmente não conseguiu sustentá-la. Mais um Giro sem vencedor italiano, mas em minha opinião uma equipe deu um grande show, a Bardiani, equipe de segunda, fez muito mais do que a maioria das equipes de primeira, foram três vitórias conquistadas e por pouco não conseguiu mais...

Chegou ao fim, agora vamos aguardar o Tour! Já que a maioria "amarelou" para este Giro que teve um percurso muito, mas muito duro mesmo, espero que eles amarelem também no Tour, mas só na cor da camisa.

terça-feira, 27 de maio de 2014

GIRO D'ITALIA - ETAPA 16 - NAIRO QUINTANA VENCE E SURPREENDE PELA CORAGEM!

De um colombiano para outro, a Maglia Rosa segue seu caminho
Demorou, mas veio na hora certa! Numa etapa duríssima, talvez seja a mais difícil desse Giro, Nairo Quintana alcançou a liderança do Giro com uma demonstração de força que vai abalar o psicológico de seus adversários de hoje em diante.


Faltava pouco mais de 44 quilômetros, isso mesmo, não eram 4, 5 ou 15, faltavam 44 quilometros quando Quintana começou sua investida. Quem pegou carona com ele se deu bem, foi o caso de Pierre Rolland e Ryder Hesjdal que tiveram coragem de encarar de frente a perigosa descida do Stelvio em alta velocidade e partiram em busca de tirar tempo de Uram, mas Nairo queria mais do que isso, até porque foi quem puxou a maior parte do percurso, sem tirar o mérito dos demais é claro, inclusivo tiro o chapéu para Hesjdal que a cada dia está mais forte.

No pelote de trás, Uran parecia acreditar que alguém iria ajudá-lo, ficou tranquilo, tão tranquilo que a prova acabou e ele perdeu sua bela camisa rosa para seu compatriota. Acredito que ele não tinha condições realmente de fazer nada, até porque outros ciclistas partiram e ele não os acompanhou.

É bonito ver uma etapa como estas, esse Giro está muito interessante e poderia ser mais se ciclistas como Wiggins e Froome estivessem presentes para valorizar ainda mais o triunfo de Quintana. Quem diria que a disputa de uma das provas mais importantes do mundo estaria nas mãos de ciclistas sul-americanos... Estamos vivos para ver, isso é bom demais!

A partir de hoje se alguém quiser tentar alguma coisa, terá que tirar um elefante da cartola, porque o coelho já foi tirado por Uran e não deu certo. Agora resta ao ex líder lutar pelo segundo ou terceiro lugar, salvo má sorte, Nairo não perde mais esse Giro! E eu perdi minha aposta...

Para assistir a etapa completa clique aqui: Etapa completa.

Abaixo últimos 20 minutos:


Giro d'Italia 2014 Etape 16 por super_hugo

segunda-feira, 26 de maio de 2014

70 KMS DE BRASÍLIA - PAULO FELIPE PAULADA É BICAMPEÃO OVER 50!

Paulada conquista seu segundo título nos 70KM de Brasília
Após ingressar no MTB como brincadeira para livrar o estresse, parece que Paulada se encontrou! Ano passado conquistou a vitória nos 70KMs de Brasília pela primeira vez. Vale destacar que a prova é duríssima, exige força, técnica e para piorar conta com competidores de alto nível, todos com muita vontade de levar esse título para casa.

Na edição de 2014, Paulada foi defender o título e o fez com sucesso após completar duas voltas no duro circuito com o tempo de 3h49min de puro mountain bike, repleto de subidas travadas e técnicas e descidas no mesmo molde. Paulo Felipe foi 6 minutos mais rápido do que outro casca grossa do MTB, Heleno Borges, atleta de Brasília que não dá mole nas trilhas.

Parece que a fusão da experiência do ciclismo com a liberdade do MTB foi a receita perfeita para Paulada conquistar o bicampeonato em 2014. Parabéns Paulada, sucesso nos próximos desafios!

O Ciclo Racer Higor Seara também topou o desafio e largou na categoria Sub 30 a fim de participar da festa e relembrar os velhos tempos de MTB. Parabéns aos dois por terem concluído esse desafio com êxito!

Resultados completos no sistime

LUKAS KAUFMMN VENCE OS 70 KMS DE BRASÍLIA 2014

Suíço leva a melhor nos 70kms de Brasília 2014
70 KM de Brasília - Desafio Internacional MTB - foi realizado no último domingo (25) na Cachoeira do Girassol - GO e foi um sucesso! Mais uma vez Camilo Linhares mostrou que suas provas são bem organizadas e trazem os grandes nomes do MTB Nacional e internacional para ralar no cerrado do centro-oeste em busca da premiação e de uma prova de qualidade.

Nessa edição o premio principal foi um carro Fiat Palio Zero km entre os candidatos, nomes de peso como Ricardo Pscheidt, Rubens Donizete, Edvando de Souza, Lukas Kaufmann, num total de 13 mountain bikers em busca dessa "chave".

O percurso foi muito bem planejado, duríssimo segundo relato dos que competiram e dessa vez quem superou todas as dificuldades com menor tempo foi o suíço Lukas Kaufmann (Abadia dos Dourados/MG) que fechou a prova com o tempo de 4h:22min. Ricardo Pscheidt (São Bento do Sul) foi o segundo colocado com 8 minutos de diferença, Rubens Donizete (Poços de Caldas) ficou em quarto lugar e Edivando Souza (Ilhabela/SP) fechou o pódio.

Resultado completo no: sistime


sexta-feira, 23 de maio de 2014

GIRO D'ITALIA - ETAPA 13 - PELOTÃO DESCANSOU PARA DISPUTA NAS MONTANHAS!

Marco Canola foi o mais forte da fuga e faturou a etapa
Quando a 13ª etapa teve início era quase certo que assistiríamos a uma chegada de pelotão cheio, entretanto, uma fuga se desprendeu do grupo principal logo no km 3, chegou a abrir 10 minutos de vantagem que custaram caro para a equipe de Bouhanni que trabalhou até perder a força, visto que as demais equipes não tinham o menor interesse em se desgastar hoje para levar o jovem francês para mais um triunfo.

Pouco antes da placa dos 10 kms a FDJ largou a ponta do pelotão e outras equipes começaram a trabalhar, mas a fuga já estava estabelecida e o ciclista italiano Marco Canola da equipe Bardiani fez a festa sobre o venezuelano Jackson Rodriguez da Androni e sobre o francês Angelo Tulik da Europcar, seus companheiros de fuga.
Montanhas com gelo, previsão para a 14ª etapa - Final tem inclinação máxima de 13%
O pelotão tem dessas coisas, se já tem um favorito a vencer, a equipe dele é quem vai para o espeto, ainda mais se no dia seguinte vai ter uma dura etapa de montanha onde se espera chuva, frio, neve... Precisa algo mais para ser uma dia de terror? SIM! Precisa de Evans, Nairo e companhia torcerem o cabo para tentar a liderança! Assim a festa fica mais bonita ainda para nós que estamos assistindo... mas continuo apostando em Uran!

LISTA DE CARTEIRINHAS DA FEDERAÇÃO METROPOLITANA DE CICLISMO DISPONÍVEIS


Quer saber se sua carteirinha da Federação já está disponível? Acesse aqui: FMC e confira se seu nome está na lista. Se tiver, basta se dirigir até a sede da Federação e pegar a sua.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

GIRO D'ITALIA - ETAPA 12 - O DIA DOS COLOMBIANOS CHEGOU - URAN É LÍDER!

Colombiano Rigoberto Uran faz história
Hoje foi mais um dia memorável na história do ciclismo mundial, o ciclista colombiano Rigoberto Uran conquistou a liderança de uma das provas de ciclismo mais importantes do mundo e com certeza a Colombia estará em festa no dia de hoje.

Uran em ação no CRI de hoje
A situação não ficou nada boa para Cadel Evans que perdeu a liderança e ficou meio perdido quando viu o resultado. Acredito que a maioria das pessoas que acompanham o trabalho de Uran já sabiam que mais cedo ou mais tarde ele alcançaria a liderança, mas creio que ninguém cogitou que seria num contra relógio.

O fato é que amanhã será uma etapa para sprinters, acredito que a última para eles e no sábado as montanhas vão começar e aí vamos conhecer quem realmente vai disputar essa prova. Mas amigos, destronar um colombiano nas montanhas vai ser uma tarefa muito, mas muito difícil para quem quer que seja. Agora sim, "Fight for Pink"!



Vamos aguardar, o Giro continua!